Associação Campolide Tem Futuro-Projecto

Associação Campolide Tem Futuro

Estreei-me na politica por um acidente de percurso. Fui apanhado na rua, literalmente pela então cabeça de lista do Bloco de Esquerda para a Freguesia de Campolide, Maria do Carmo Bica. Aceitei participar na Mesa de Eleições, coisa que nem tinha antes pensado em tal. Depois, porque já era militante do Bloco e fazia todo o sentido colaborar, já que era esse o meu caminho. Fui logo indicado para Presidente da Mesa de Assembleia de Voto. Mal tinha assumido esse cargo, ainda que casual, aconteceu algo estranho. Sou portador de deficiência visual, mas que em nada recusei fazer, lutar e experimentar. Fiz sempre questão de mostrar que as limitações nunca me definiram como pessoa.

          Os núcleos, que se possam criar, têm como factor defender, divulgar, apoiar e incentivar a ir em frente e conquistar o lutar que merecem. Para mim, os deficientes são a prioridade, bem como a cultura. A cultura, que tem estado cada vez mais marginalizada pelos governantes. Sou actor ha 38 anos, e sempre tive dificuldade em me darem oportunidades, de me darem o devido valor e de apostarem em mim. Com o tempo, fui-me apercebendo que afinal, também acontecia com outros atores de nome e mais velhos que eu. No entanto, consegui fazer 20 filmes, 5 novelas, 6 series, 11 peças de teatro. Consegui apresentar um dos mais importantes festivais anuais de musica de 25 países, o Festival Imigrarte-2015 e de um concurso de musica “A Melhor Voz de Todos Nós”, que foi transmitido pela RTP-2.

Quanto á politica, gostava de poder contribuir com o que fui aprendendo, e conquistando ao longo do tempo. Como académico, iniciei na faculdade a licenciatura de Educação Social, pelo Isce. Transitando depois para a Universidade Lusófona para a licenciatura em Serviço Social. Depois obtive o cargo público de Juiz Social Suplente do Tribunal de Família e Menores. Fui durante 28 anos voluntário em várias ipss e ongs. Foram 15 as formações profissionais em várias áreas, desde Hotelaria, Contabilidade, Marketing, Animação Sociocultural, Geriatria, Técnico Auxiliar de Saúde, Produção Multimédia, Jornalismo de Investigação, Desenvolvimento de Sites para Jornalistas, Atelier de Jornalismo de Imprensa, dos mais importantes e finalmente um de Coaching e Comunicação. Tudo isto só foi possível devido ao esforço, á luta, á persistência e teimosia, para que todos vissem, que quando queremos, conseguimos, sejam com ou sem limitações.
Depois da Reunião politica na Freguesia de Campolide, pude perceber, que este seria bom presságio para avançar para um trabalho mais ativo, menos teórico e menos virtual. No Jantar do Bloco, aconteceu haver ideias de criar uma Associação bloquista, que permitisse avançar com projetos, lutas, associativismo, e ver quem estaria disponível para abraçar semelhante projeto. Já avancei com o nome provisória Associação Campolide Tem Futuro, e quero fazer parte da Direção e criar um Gabinete de Comunicação e Imagem. Depois, serão criados um site, um mailist com os nomes dos responsáveis dos Corpos Socias e depois, apresentados á imprensa.
Penso que, mais do que a vontade, mais do que a intenção, vale o agir, fazer e fazer acontecer!
Entretanto, vou assumir a função de Assessor do Corpo Nacional Intervenção Civil e Liga Portuguesa da Proteção Civil.
https://opivotdeinformacao.blogspot.com